s
Kelly's Hands
line
article-img
Vamos falar de sushi
11/28/2018
Estimado Viciado em Sushi,


Então, domina a arte de usar pauzinhos. Tem-nos utilizado com confiança (e presunçosamente) desde que “descobriu” o sushi. Agora é um profissional, não é? 

Nop. 

É simplesmente um estagiário, Pequeno Samurai. Ainda há muito para aprender*. 

Vamos começar pelo início…

Sem perfume, por favor. Saborear sushi é uma experiência multissensorial: um deleite para os olhos, nariz e boca. Por isso, da próxima vez, não coloque nada na sua pele. O seu Chanel está a aborrecer o peixe. 

Porque está a roçar os pauzinhos um no outro? 

Provavelmente porque não quer madeira com o seu sashimi de atum. Mas se não consegue ver nenhuma lasca óbvia, tudo o que está a fazer é criar mais. Esfregar os pauzinhos faz confusão a muitos artesãos de sushi e pode ser considerado impróprio – assim como roçar a sua faca e o garfo um no outro!

O gengibre em conserva é um refrescante do palato. Não, gengibre não é uma refeição—embora estejamos habituados a trata-lo como se fosse.  O seu tempero doce e ácido é, na verdade, para refrescar a boca e prepará-la para o próximo petisco delicioso. 

Quanto à dose de wasabi, é uma decisão geralmente deixada ao chefe de sushi: é suposto evitar misturá-lo com o molho de soja. (Mas nós não contamos a ninguém.)

A maneira correta é para cima? Nigiri (as pequenas “barras” de arroz com lascas de peixe no topo) devem ser mergulhadas no molho de soja viradas ao contrário. Isto impede que o arroz se torne demasiado salgado e muito empapado. E as boas notícias? Devia largar os pauzinhos e utilizar os seus dedos para segurar no arroz. Desta forma evita esmagar o pedaço perfeito feito à mão. E se conseguir, coma-o em apenas uma dentada, com o peixe a tocar na língua primeiro. Nham!

A excepção é o sashimi. Pode utilizar os pauzinhos e o molho de soja-wasabi para comer o sashimi. Tempos loucos!

Respeite a hierarquia do sabor. Os puristas dizem que devem começar com algum sashimi dos pratos mais “leves” —como o peixe branco e camarão—antes de passar para os pratos mais ricos e repletos de gordura como o olho-de-boi e o atum, seguido de cavala e enguia. Termine com uma omelete, seguida de alguns rolos de maki caso ainda tenha fome e depois, só depois, segue para a sopa Miso.  

Que, por acaso, costuma fazer parte do pequeno-almoço.

Há uma razão muito sensível para esta ordem: impedir os peixes com um sabor mais forte de se sobreporem aos peixes com um sabor mais subtil. 

Sashimi não é sushi. Na verdade, sushi refere-se a arroz com um topping. Especificamente, é arroz com vinagre, geralmente acompanhado de peixe cru. Nigirizushi, makizushi e temakizushi são maneiras diferentes de apreciar essa combinação de arroz e peixe. Desta forma, sashimi não é sushi, já que não há componente de arroz, mas os dois geralmente andam de mãos dadas. O que é uma excelente notícia, já que ambos são deliciosos.

Mais importante de tudo… é bom saber qual a maneira “correta” de desfrutar de sushi, mas no final de contas, é consigo. Se entrar na sua boca e deixá-lo feliz então achamos que está a come-lo da forma correta.  

* redija 1000 publicações a dizer o que fizemos de errado. Desculpem Sushiyas.


Utilizamos cookies para garantir que obtém a melhor experiência possível no nosso Website. Isto pode incluir cookies de Websites de redes sociais de terceiros. Se continuar sem alterar as suas definições, assumiremos que aceita receber todos os cookies do nosso Website. Contudo, pode alterar as definições de cookies a qualquer momento. Alterar definições Continuar Mais informações